Depois de implementar o plano família voltado a parentes de até quarto grau dos participantes, a Funcesp mira a autogestão de mais planos de saúde como alternativa para continuar crescendo. O fundo de pensão das empresas elétricas do Estado de São Paulo vai passar a administrar os planos da Enel (antiga Eletropaulo) e da Sabesp, o que deve proporcionar um aumento de 85% da sua carteira.

No Brasil, 18 fundos de pensão fazem a autogestão do benefício — ou seja, administram diretamente o plano de saúde, incluindo convênios com hospitais, médicos e clínicas. É o caso da Fapes, dos funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fundação Real Grandeza (Furnas e Eletronuclear), Fundação Copel (Copel) e Metrus (Metroviários do Estado de São Paulo), por exemplo.