Após quatro meses da Notre Dame Intermédica (GNDI3) ter fechado um acordo de aquisição do Grupo Clinipam, por R$ 2,6 bilhões, finalmente concluiu a compra da empresa no dia 07 de fevereiro.

O anúncio foi realizado por meio de um comunicado ao mercado, onde a companhia Notre Dame Intermédica Participações S.A confirma aos acionistas que adquiriu o Grupo Clinipam, operador de saúde verticalizada nos estados de Paraná e Santa Catarina.

O Grupo inclui: a Clínica Paranaense de Assistência Médica, o Centro de Diagnóstico Bom Jesus, Gralha Azul Administração e Participação, Hospital Ônix Mateus Leme, a Odontopam e o Centro Médico Ônix.

O acordo de aquisição do grupo começou no 1º de novembro de 2019, e recebeu a aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) no dia 15 de janeiro de 2020. A operação tinha previsto o pagamento de R$ 2,25 bilhões à vista no fechamento da transação e R$ 150 milhões para uma conta de garantia. Outros R$ 200 milhões seriam pagos por emissão de ações.

O Grupo Clinipam é um dos mais fortes na região sul do País. Com a aquisição, a Notre Dame Intermédica se torna detentora de 100% das sociedades que fazem parte do grupo, incorporando para a sua estrutura, dois hospitais, quatro unidades de pronto-atendimento 24 horas, 19 centros clínicos, laboratórios e centros de diagnóstico para imagem e tratamentos preventivos.

Atualmente o grupo Notre Dame conta com 5,4 milhões de clientes, com o grupo Clinipam mais 330 mil pessoas vão fazer parte da carteira do grupo. Os atendimentos também vão focar em novas regiões como Curitiba, Vale do Itajaí e Santa Catarina, fortalecendo a estratégia de expansão da Intermédica.

Até a data do anúncio, as ações da Notre Dame Intermédica fecharam a semana em baixa de 2,58%, cotadas a R$ 70,14.