A Hapvida anunciou que sua subsidiária Ultra Som Serviços Médicos fechou contrato de compra de pelo menos 73% do Hospital Octaviano Neves, localizado em Belo Horizonte (MG). A operação pode chegar a 100% do capital da empresa, com valor de R$ 134 milhões, que inclui o imóvel do hospital e o estacionamento e a clínica anexos à unidade.

O hospital foi fundado em 1964 e, segundo a Hapvida, oferece atendimento numa região privilegiada de Belo Horizonte, com estrutura de assistência médica completa, incluindo maternidade, pronto-atendimento, laboratório de análises clínicas, serviço de diagnóstico por imagem, atendimento ambulatorial para diversas especialidades e centro cirúrgico. O hospital, com 7,9 mil m² de área construída, conta com 156 leitos operacionais incluindo 45 leitos de UTI, sendo 30 de UTI neonatal e 15 de UTI adulto.

A operadora lembra que a região de saúde que engloba a grande Belo Horizonte conta com uma população de mais de 6 milhões de habitantes e cerca de 2 milhões de beneficiários de planos de saúde privados. “A transação é sinérgica do ponto de vista operacional uma vez que o Hapvida possui, atualmente, cerca de 320 mil beneficiários em planos de saúde na região”, afirma a companhia em fato relevante.

A Hapvida assumirá o montante de até R$ 16 milhões de dívida líquida apurada na data-base da compra, que ainda pode sofrer ajustes. A operação não prevê direito de retirada.