Os usuários mais velhos são os que mais desistem dos planos de saúde, segundo pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

O estudo ouviu 641 consumidores entre os dias 5 de maio e 5 de junho, na internet.

Desse total, 55% dos que cancelaram o contrato tinham mais de 49 anos no caso dos planos individuais.

Nos coletivos, o número salta para quase 60%.

À medida que a idade avança, também sobe a desistência: 35% dos que haviam cancelado o plano tinham mais de 59 anos.

Para o gerente técnico do Idec, Carlos Thadeu de Oliveira, a queda de renda nessa faixa etária explica os motivos da desistência.

“Os consumidores mais velhos se veem obrigados a desistir do plano de saúde justamente no momento em que mais precisam de cuidados médicos por falta de capacidade de pagamento”, avalia.