Lançamos, hoje, a 32° edição do Boletim “Conjuntura Saúde Suplementar”, que faz uma análise das variáveis socioeconômicas relevantes ao desempenho do setor de saúde suplementar, consolidando as informações macroeconômicas brasileiras do 2° trimestre de 2016 e analisando seus desdobramentos para o esse mercado.

O destaque dessa edição é o estudo “O setor de saúde suplementar como agente gerador de empregos e de receita tributária”, que aponta a importância do setor como responsável por aproximadamente 3,3 milhões de empregos diretos e indiretos, ou 7,6% do total da força de trabalho empregada no Brasil em 2016. Dados que, certamente, iremos analisar aqui no Blog nos próximos dias. Não perca!