A advogada Solange Beatriz Palheiro Mendes, atual diretora-executiva da CNseg, é a presidente eleita da FenaSaúde, assumindo o cargo em fevereiro de 2016. As eleições para a diretoria da FenaSaúde ocorreram em dezembro de 2015 e o mandato é para o triênio 2016-2019.

Com longa experiência no mercado de Saúde Suplementar e Segurador, a executiva já atuou como diretora de Normas e Habilitação das Operadoras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) entre 2000 e 2004, como diretora de Saúde da Fenaseg entre 2004 e 2006, além de ter sido secretária-geral, diretora e superintendente substituta da Susep de 1995 a 2000. Solange Beatriz também já integrou a equipe da FenaSaúde, tendo sido diretora-executiva da entidade, até 2010.

Com amplo envolvimento com o segmento Saúde, a executiva afirma que, na FenaSaúde, dará continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido por Marcio Coriolano, que ocupou a presidência da entidade nos últimos seis anos e assumirá agora a presidência da CNseg. Projetos como o Fórum da Saúde Suplementar, que teve a primeira edição em novembro de 2015, e temas como a sustentabilidade do setor e a segurança regulatória continuarão na pauta da entidade.

“Minha trajetória é pautada pelo esforço de aperfeiçoamento das relações de consumo para indução do desenvolvimento do mercado. Acredito na importância da comunicação clara para satisfação do consumidor cidadão e na relevância dos serviços prestados pelas operadoras de planos privados de assistência à saúde. À frente da FenaSaúde, quero intensificar os esforços de conscientização sobre o bom uso dos recursos disponíveis para a saúde, garantindo que os consumidores saibam como adquirir e utilizar o plano adequado para suas necessidades. A FenaSaúde vem realizando ações nesse sentido e ampliaremos os canais de diálogo com o Governo, entidades de proteção dos consumidores e sociedade”, afirma Solange Beatriz.

Para ela, é importante que a FenaSaúde – representante de 24 empresas referências na assistência privada aos cidadãos beneficiários de planos de saúde – continue a demonstrar a relevância econômica e social do setor no país. E, de acordo com a importância desse papel, siga propondo ações concretas para a melhoria contínua da eficiência e da qualidade de serviços.