No fim do ano passado, o seminário “Transformação Digital na Saúde” trouxe novos pontos de vista e reflexões importantes sobre questões que o setor de saúde como um todo tem debatido cada vez mais. Entre eles, o papel das novas tecnologias na oferta de serviços de saúde do futuro e como a crescente interação com inteligências digitais já está modificando a execução de atividades diárias nos sistemas de saúde do Brasil e do mundo.

Neste sentido, a palestra “Telessaúde telemedicina: desafios para uma nova era de cuidados”, do Dr. Chao Lung Wen, professor líder do grupo de pesquisa de telemedicina da Universidade de São Paulo (USP), nos mostra que a transformação está acontecendo em ritmo bastante intenso – segundo ele, já estamos na era da saúde 5.0 – e revela possibilidades animadoras para o futuro. Não só sobre os impactos tecnológicos propriamente ditos, mas também a respeito dos aspectos éticos relacionados a estas mudanças. Por exemplo, o Professor Wen é categórico ao afirmar que “a telemedicina não desumaniza (o atendimento)”.

Claro, temos nossa própria avaliação sobre as informações apresentadas e vamos compartilhar com você, leitor deste blog. Mas, hoje, gostaríamos de te convidar para ver esta “aula” e refletir. Aproveite.