Este mês, destacamos que o total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares com 59 anos ou mais cresceu 2,5% entre agosto de 2018 e o mesmo mês do ano passado enquanto o total de beneficiários do segmento permaneceu estável no período. Contudo, o crescimento de vínculos não se deu exclusivamente com esse público.

Segundo a análise especial da NAB 27, entre os titulares de plano de saúde médico-hospitalar, a única faixa etária que registrou redução de vínculos é a dos 19 aos 58 anos. No total, 44,3 mil titulares de planos nessa faixa romperam o vínculo no período analisado. Uma retração de 0,2%.

Já entre os dependentes dos planos, 67,2 mil vínculos foram rompidos com beneficiários de até 18 anos e outros 51,6 mil beneficiários com idade entre 18 e 58 anos também deixaram seus planos entre agosto de 2018 e o mesmo mês do ano passado. Queda de 0,7% e 0,6%, respectivamente.

Analisando a variação de beneficiários por sexo, a NAB aponta que 73,1 mil mulheres romperam o vínculo com seus planos de saúde médico-hospitalares no período analisado, enquanto 72,9 mil homens passaram a contar com o benefício. Dos homens que firmaram vínculos com planos, 62,6 mil são titulares e 11,9 mil são dependentes. Já entre as mulheres, na realidade houve aumento de 19,5 mil vínculos com mulheres como titulares, mas rompimento de 90,7 mil planos em que elas eram dependentes.